DOWNLOADS

*campos obrigatórios

Para iniciar o download de material exclusivo, preencha com seus dados:

CONTATO

*campos obrigatórios

Entre em contato conosco e supere suas expectativas:

CONTRATE

*campos obrigatórios

Formulário:

Verifique a disponibilidade de agenda para contar com a presença de
Carlos Hilsdorf em seu evento.
Torne seu evento único!

Preencha o formulário ao lado.

+55 16 3374.3839

Rua Sete de Setembro, 1353, Centro
CEP: 12560-180 São Carlos - SP

Blog

Arquivos da categoria: competencia

Há um caminho por trás de cada porta

caminho-porta

As portas não se abrem sempre da mesma maneira. Os mesmos caminhos que nos levam ao êxito podem também ocasionar o fracasso. A substância que cura também pode matar. Tudo é uma questão da dose, do momento, da aplicação…

Veja o caso da repetição: repetir é uma das condições necessárias à aprendizagem.

Dizemos que alguém aprendeu determinada função, ação ou conhecimento, quando é capaz de repetir em situações idênticas ou semelhantes, a mesma sequência, raciocínio ou processo.

Porém, nossa capacidade de repetir nos conduz inúmeras vezes ao engano.

Aprendemos como abrir uma porta, generalizamos este processo e começamos a abrir todas as portas fechadas que encontrarmos… Até que um dia encontramos uma porta que, em várias tentativas, simplesmente, não abre…

Fomos enganados pelo hábito da repetição. Simplesmente, a maçaneta está ao contrário, ou o sentido da chave está invertido. O fato é que ficamos algum tempo paralisados, pensando porque a porta não abre se fizemos tudo direito?

Quando “congelamos” no processo de repetição, ocorreu apenas uma fase do processo de aprendizagem, mas não a mais importante delas: aquela que dá origem conhecimento.

O conhecimento nos permitirá utilizar respostas diferentes diante de novos desafios.

Foi assim que reagimos diante da porta:

As portas se abrem girando a maçaneta para a direita. Estou diante de uma porta. Giro a maçaneta para a direita e a porta não abre, logo… Não posso abrir essa porta.

Quando o mais correto seria reagirmos assim:

Uma grande quantidade de portas se abre girando a maçaneta para a direita.

Estou diante de uma porta. Giro a maçaneta para a direita e a porta não abre…

Bom… Que tal tentar girar para a esquerda?

Sim, posso abrir essa porta, basta compreender como está fechada, ao invés de ficar repetindo as maneiras como abri as portas anteriores.

É extremamente simples! Na vida, as portas não se abrem sempre da mesma maneira.

Com base neste raciocínio, pare e reflita: quais são as portas que não se abrem na sua vida?

  • Você está preso à solidão? Abra a porta para estabelecer relacionamentos.
  • Está preso no quarto escuro da mágoa? Abra as portas do perdão.
  • Se encontra confinado aos acontecimentos passados? Abra a porta do presente.
  • Sente-se aprisionado pelo seu potencial atual? Abra as portas do aprendizado de coisas novas.

Sim, eu sei, você vai me dizer que já tentou fazer isso várias vezes, mas as portas não se abriram, parecem estar emperradas… Mas, espere um pouco… Será que você girou a maçaneta para o lado certo?

O fato das coisas não darem certo em noventa e nove tentativas, não significa que não darão certo na centésima, especialmente se você tentar de uma forma diferente.

Não viva aprisionado às generalizações. Você não é uma estatística, é um ser de potencial ilimitado.

Não se esqueça também que você pode mudar de porta… As portas que não se abrem servem para duas coisas básicas em nossas vidas:

1)     Testar nossa perseverança, garra e inteligência em abri-las;

2)     Fazer-nos perceber que nosso caminho não passaria por aquela porta, que estávamos diante da porta errada.

Só os mais experientes e mais sábios descobrem rapidamente a diferença. A maioria das pessoas se engana: insiste na porta errada e desiste da porta certa. Preste atenção nisso!

A vida é um labirinto de portas. Para cada uma que você abrir, outra surgirá, e o que está por trás de cada uma delas, jamais será a mesma coisa. Nem você será o mesmo, dependendo das portas que escolher…

Entre todas estas portas, existe uma fundamental: aquela que só abre por dentro e dá acesso ao seu coração. É por esta porta que entram a Luz de Deus, o seu verdadeiro amor, os amigos.

E é por ela que você sai do passado, abandona suas mágoas, frustrações e limitações e parte na direção de novas possibilidades e oportunidades.

Esta porta que só abre por dentro também parece não abrir em determinadas situações: inverta o sentido da maçaneta! Porque, na vida, é perdoando que se é perdoado, é amando que se é amado, é dando que se recebe.

Abra as portas do coração e da alma e, em seguida, vá abrindo todas as portas significativas que a vida colocar à sua frente, menos aquelas que sua própria alma e coração disserem não ser para você!

Não se preocupe em saber a diferença agora. O tempo, a experiência e, sobretudo, um coração humilde lhe ensinarão a reconhecer a diferença.

Há uma porta esperando para ser aberta neste exato momento, só depende de você!

Carlos Hilsdorf
Economista, pós-graduado em Marketing pela FGV, consultor e pesquisador do comportamento humano. Considerado um dos melhores palestrantes do Brasil na atualidade. Palestrante dos Congressos Mundiais de Administração (Alemanha e Itália) e do Fórum Internacional de Administração (México). Autor dos best sellers Atitudes Vencedoras, apontado como uma das 5 melhores obras do gênero, 51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira, Revolucione Seus Negócios e do lançamento Atitudes Empreendedoras. Referência nacional em desenvolvimento humano.

Revolucione Seus Negócios – O novo livro de Carlos Hilsdorf

Olá amigos! acaba de ser lançado meu novo livro: “Revolucione Seus Negócios”. Foi escrito com muito carinho e dedicação, e é indicado a todos vocês que, de uma forma ou outra, estão inseridos no mundo dos negócios, seja você proprietário de uma empresa, funcionário, seja da área de Vendas, RH, ou outra área. Espero que este livro colabore com você e com seu sucesso profissional! Confira abaixo, um trecho do primeiro capítulo:

Palestrante Carlos Hilsdorf livro revolucione seus negocios

 Bem-vindo ao novo mundo dos negócios.

Diga adeus ao antigo mundo dos negócios.

O enorme crescimento da competição, fruto da globalização e do salto tecnológico, e a maior maturidade do capitalismo brasileiro nos conduziram a um novo cenário de negócios.

Nesse novo cenário, precisamos olhar para o curto, médio e longo prazos simultaneamente. Nele, a competição não vem dos locais óbvios, pode vir de qualquer lugar do planeta.

A velocidade com que as inovações são implantadas e correm o mundo é extraordinária. A inovação torna-se a tônica de um mercado baseado na contínua reinvenção de produtos, serviços e maneiras de se relacionar com os clientes.

Uma série de fenômenos está mudando a forma como as empresas fazem negócios e relacionam-se com seus clientes.

Ninguém consegue estar informado sobre tudo que acontece de relevante no mundo dos negócios; vivemos a “Era da Hiperinformação”. Nessa era, o poder de fazer acontecer migra das mãos daqueles que conheciam os fatos para a mão daqueles que sabem lidar com fatos desconhecidos. Somos pressionados pela tônica da Timeless Society – a Sociedade sem Tempo, onde os clientes se tornam clientes 24/7 – consumidores que desejam ser atendidos e poder realizar negócios 24 horas por dia, 7 dias por semana, com empresas por eles eleitas com base em critérios que vão de qualidade, atendimento e disponibilidade, responsabilidade social e sustentabilidade.

Esses clientes, cada vez mais bem informados e engajados, nos colocam rumo a um caminho sem volta na busca por diferenciais efetivos que os cativem.

Esta é também a “Era da Convergência”, a era do “tudo em um”, da multifuncionalidade e do multiexpertise. Daí advém o termo convergência: aquilo que antes estava separado converge para uma proposta integrada. Os produtos tornam-se multiuso e  multifuncionais. As equipes de trabalho tornam-se multidisciplinares. Acaba a nítida divisão entre produtos e serviços.

O marketing deixa de buscar a criação de produtos e serviços que satisfaçam a apenas uma necessidade e passa a se dedicar à criação de soluções integradas que atendam simultaneamente a diversas necessidades. É o caso dos smartphones, impressoras multifuncionais, etc. O marketing passa a se dedicar mais intensamente à criação de novas estratégias de atração e retenção de clientes pela via do relacionamento de longo prazo.

Na área da educação, a interdisciplinaridade ganha peso; na esfera do RH, as empresas passam a valorizar profissionais multiexpertise, que transitam bem por diferentes áreas do negócio.

No atual mundo dos negócios, a única constante é a mudança. E a única certeza é que o sucesso, uma vez atingido, está superado.

A afirmação de Peter Drucker, “tudo o que existe já está obsoleto!”, define categoricamente o cenário atual. Acabou a possibilidade de ficarmos postergando nossas decisões e ações. Precisamos aprender e agir mais rápido e de maneira mais eficaz que a concorrência, buscando torná-la irrelevante.

E o momento de maior risco para uma empresa ocorre justamente quando ela atinge o sucesso. O perigo é acreditar que encontramos “o caminho”. Na verdade, encontramos apenas a parte do caminho que nos trouxe até este ponto. O grande desafio é descobrir os novos caminhos que nos conduzirão ao futuro.

 Livros mais vendidos negocios palestrante Carlos Hilsdorf

Um grande abraço e muito sucesso!

Carlos Hilsdorf

Site: www.carloshilsdorf.com.br

Facebook: www.facebook.com/carloshilsdorf

Twitter: @carloshilsdorf

As 15 posturas de um líder de sucesso

perfil lider lideranca

 Liderança é um comportamento aprendido que se torna inconsciente e automático ao longo do tempo. Segundo a revista americana Forbes, os líderes tomam decisões importantes sobre um problema no mesmo período em que outras pessoas levam apenas para entender as questões. O processo de tomada dessas decisões vem de um acúmulo de experiências, encontros com uma multidão de circunstâncias diferentes, tipos de personalidade e falhas imprevistas.

Conforme a publicação, os líderes mais bem-sucedidos são os tomadores de decisões instintivas. Para fazer a carreira avançar, é preciso aprimorar a capacidade de liderança e assumir responsabilidades. Para chegar lá, a revista listou 15 posturas que devem ser trabalhadas por um líder de sucesso. Confira a seguir:

Continue lendo

Esforço extra

Sabe o que Pelé, Ayrton Senna, Oscar Schmidt, Fernanda Montenegro tem em comum? Todas estas pessoas são geniais em suas áreas porque se esforçaram muito mais que outras pessoas também talentosas.

esforço extra

 

Elas se dedicaram profundamente, e ao fazer isso na busca pela própria excelência, foram reconhecidas e tornaram-se referências. Torne-se também uma referência na vida e no trabalho. O mundo valoriza as pessoas que fazem a diferença. Muito mais importante que aquilo que você faz é a maneira que você faz. Não entregue ao mundo apenas o que ele pede a você. Vá além, dedique-se mais. Esforce-se mais. Onde as pessoas comuns se dão por satisfeitas, aí começa o seu trabalho.

Esforço extra é tudo o que você faz além daquilo que se esperava de você. É dedicação adicional. Quando você faz algo além do esperado, evidencia o seu verdadeiro valor. Por isso, trabalhe para superar expectativas. Faça além do óbvio. Não se dê por satisfeito em ser bom, busque ser ótimo!

Esforce-se mais que os outros. Esforce-se mais do que você já se esforçou anteriormente. Se você faz as coisas bem, faça-as ainda melhor.

Palestrante Carlos Hilsdorf (trecho do livro 51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira)

A Inveja

Olá amigos! Que nunca sofreu com a inveja? A inveja é uma vontade frustrada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-las. A quem sofre porque outras pessoas tem inveja de você, deixou este pequeno texto “Pedras e Frutos” de minha autoria, e uma breve fábula, bastante conhecida.

Pedras e frutos (por Carlos Hilsdorf)

”Não se atiram pedras em árvores sem fruto; toda tentativa de apedrejamento visa sempre derrubar os frutos.
Inocente ignorância dos apedrejadores, porque, mesmo conseguindo o feito, se esquecem de que os frutos caídos no chão experimentarão o tempo e a decomposição e voltarão a frutificar, de uma ou de outra maneira, pois cada semente dá origem à essência interior que carrega.
Já as pedras caídas no chão permanecerão pedras, e as mãos que as atiraram terminarão vazias, tão vazias quanto o coração e a alma que lhes ativaram o movimento.”

Palestrante Carlos Hilsdorf

E aqui, a fábula, de que falei:

A Inveja

Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vagalume que só vivia para brilhar.

Ele fugia rapidamente, com medo da cobra. Fugiu durante um dia e ela não desistia, dois dias e nada da cobra desistir.

No terceiro dia, já sem forças, o vagalume parou e disse à cobra:

- Posso lhe fazer uma pergunta?

- Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, pode perguntar.

- Pertenço à sua cadeia alimentar?

- Não.

- Te fiz alguma coisa?

- Não.

- Então por que você quer me comer?

- PORQUE NÃO SUPORTO VER VOCÊ BRILHAR!

Geração Y

Separamos este texto sobre a Geração Y para vocês. Confiram:

O que deseja a Geração Y ? (por José Roberto Marques para o Portal Terra)

 

Geração Y

 

Se existe uma geração de profissionais que é constantemente foco das atenções do mercado de trabalho, esta é a Geração Y. E não é para menos. Estes jovens nascidos nas décadas de 80 e 90 cresceram em meio à revolução tecnológica, impulsionada pelo advento da internet e chegaram para mudar a forma como as empresas fazem a gestão de seus colaboradores.

A geração Y, filha da geração X, tem um perfil bem diferente da sua antecessora. Se antes, seus pais queriam estabilidade e fazer carreira numa mesma empresa até se aposentarem, hoje, a Y exige bem mais quando o assunto é trabalho.

Isso é o que também aponta uma pesquisa global realizada pela Robert Half com CFOs (chefes financeiros). O levantamento constatou que para 48% dos entrevistados há a dificuldade em atrair estes talentos e que para 55% destes líderes, reterem a geração Y é a tarefa mais difícil em uma empresa.

A Geração Y e seus anseios

Como reflexo de um novo momento em termos organizacionais, o que estes jovens desejam extrapola os modelos convencionais de gestão. Para os profissionais desta geração um trabalho é atraente quando:

1. Encontram nele um propósito maior para o que fazem diariamente;

2. Realizam atividades desafiadoras;

3. Têm liberdade para inovar;

4. Obtêm feedbacks constantes;

5. Existem líderes coesos e capazes de apoiá-los em seu desenvolvimento;

6. Alcançam reconhecimento e ascensão de forma rápida;

7. Obtêm oportunidades claras de crescimento (Plano de Carreira);

8. Há flexibilidade de horários, ou seja, foco na produtividade e não no tempo;

9. Recebem salários recompensadores;

10. Conciliam vida profissional com qualidade de vida.

Todos estes fatores fazem parte do leque de expectativas que estes profissionais têm em relação ao mercado de trabalho. E são os sinais que as empresas não devem ignorar, pois uma relação de trabalho é também uma relação de troca.

Neste sentido é importante que as organizações busquem em suas estratégias de gestão, conciliar seus objetivos às ambições de seus profissionais da geração Y. Pois ao contrário do que muitos possam supor, a geração Y veste sim a camisa da empresa, é aberta às mudanças, comprometida, inovadora e se bem estimulada, capaz de gerar resultados extraordinários.

O que é Assertividade?

assertividade

Assertividade é, frequentemente, relacionada a acerto; daí tanta confusão com o conceito.

Assertividade é uma postura comportamental diante das pessoas e de situações cotidianas. Não está ligada ao que é certo ou errado; está ligada à nossa maneira de expor e defender nossas posições.

Ser assertivo é ser firme e direto sem sentir ou causar constrangimentos. É uma capacidade de se afirmar de maneira clara, objetiva e transparente, sem delongas.

Quem não assume suas posições com autenticidade não é assertivo; é o tipo de pessoa que fica dando voltas e não se posiciona nitidamente.

Quem assume suas posições com agressividade não é assertivo; é agressivo. A assertividade é uma postura decidida, mas não agressiva. Use palavras suaves e argumentos fortes.

Pessoas assertivas vão direto ao ponto, mas com tato. Elas resistem às tentativas de manipulação, e se posicionam de maneira firme, decidida e convincente, sem ser autoritárias ou prejudicar relacionamentos.

Pessoas assertivas são diretas sem ser rudes; utilizam da sua força moral, da qualidade de seus argumentos e de sua capacidade de síntese para ir direto ao ponto sem rispidez.

Assertividade, autenticidade e transparência caminham juntas, mas devem sempre ser orientadas por um profundo respeito às outras pessoas.

Para ser mais assertivo, eleve a autoestima, desenvolva autoconfiança, pratique a empatia e a objetividade.

Pessoas assertivas demonstram credibilidade e são percebidas como altamente significativas em função da sua autenticidade, objetividade e habilidade de argumentação.

Assertividade é uma virtude pessoal que demonstra maturidade e segurança.

Um grande abraço e até a próxima!

Carlos Hilsdorf

 

 

Os 3 capitais essenciais de uma empresa de sucesso

“Capital Intelectual é a soma de tudo o que todos em uma empresa sabem, e que dá a ela uma vantagem competitiva.”
Thomas Stewart
(consultor e editor da revista
Harvard Business Review de 2000-2008)

Os três capitais fundamentais de uma empresa hoje são: o capital intelectual, o capital emocional e o capital ético. Da interação entre estes três capitais e do estabelecimento de uma estratégia consistente nasce a possibilidade de um modelo de negócios lucrativo e sustentável.

Você sabe o que é Competência?

O termo competência, na esfera da gestão em RH, surgiu na de cada de 1970, ampliou-se nos anos oitenta e passou a fazer parte cotidiana do jargão corporativo em meados de 1990.

alt

Embora sujeito a diferentes abordagens e teorizações (o que dificulta uma definição plenamente aceita), é importante compreender que o conceito de competência (como de fato acontece com todos os conceitos) difere da palavra competência tomada em seu sentido cotidiano, fora do ambiente corporativo…

Continue lendo

Entrevista com o palestrante Carlos Hilsdorf: Uma carreira de sucesso

Entrevista concedida ao Jornal Carreira & Sucesso.

Melhores palestrantes Carlos Hilsdorf

Carlos Hilsdorf já realizou mais de 1.800 palestras em países como Brasil, Estados Unidos, Alemanha, México e Uruguai. Visto como um dos principais palestrantes do país é considerado um profundo estudioso do comportamento humano.

Em suas apresentações, se utiliza de artifícios como mágica, humor, música e outras formas de arte, as tornando diferenciadas. Com participações no Congresso Mundial de Administração e no Fórum Internacional de Administração, Hilsdorf aborda de maneira lúdica todos os temas pertinentes ao mundo empresarial. Em entrevista ao Carreira & Sucesso, o palestrante internacional conta como atingiu excelência no universo corporativo.

Sua obra “51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira” aponta as principais atitudes para quem deseja ingressar e ser bem sucedido no mercado de trabalho. Ele fala sobre o livro que está entre os mais vendidos do Brasil, segundo a Revista VEJA.

Ótima leitura!

Você é formado em economia. Como foi o início de sua carreira?

Minha história é de empreendedorismo. Comecei minha carreira como microempresário, em sociedade com meu pai, ainda na adolescência. Naquela época, minha empresa atual, na área de eventos, dava seus primeiros passos. Enquanto cursava a faculdade de economia eu já me dedicava ao atendimento de eventos corporativos. Neste período, as apresentações que já desenvolvia com foco lúdico e comportamental aprofundaram-se no universo conceitual de negócios, juntamente com minha pós-graduação em Marketing, pela FGV.

Quando começou a se dedicar exclusivamente às palestras?

Tive o primeiro contato com educação corporativa no final da década de 80, quando realizava apresentações especiais nas organizações, sintetizando os temas trabalhados durante o evento. Com o tempo, essas apresentações foram crescendo até que passei a ser convidado para palestras magnas. Daí em diante, os constantes estudos que vinha desenvolvendo sobre forma/conteúdo se consolidaram, dando origem à metodologia que utilizo hoje. Foram os resultados altamente eficazes dessa metodologia que conquistaram definitivamente o mercado e me tornaram um palestrante muito requisitado.

Você é considerado um dos principais palestrantes do Brasil e suas apresentações ganharam destaque por incluírem o lúdico. Como chegou a este formato de sucesso?

O formato que desenvolvi e utilizo é consequência da minha história de vida e dedicação a duas paixões complementares: a arte e o conhecimento sobre comportamento e negócios. Tenho dedicado todos os dias da minha vida ao contínuo aperfeiçoamento desta metodologia pioneira que tanto contribui com as pessoas e empresas.

Você já palestrou em diversos países do mundo. A aceitação, receptividade e interação são diferentes dependendo da cultura do país?

A aceitação, a receptividade e interação têm sido fantásticas em todas estas experiências. No aspecto conceitual, conhecimento relevante é sempre bem recebido e, no aspecto lúdico, fazemos as adaptações culturais necessárias, especialmente nas questões relativas a humor, um tema sob o qual recaem muitas particularidades locais.

Seu livro “51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira” está entre os mais vendidos do Brasil, segundo a Revista VEJA. Porque acredita que a obra fez tanto sucesso?

O sucesso editorial é sempre uma expressão de reconhecimento e carinho das pessoas com relação à obra e ao autor. Acredito que minha profunda dedicação ao tema das atitudes e o formato leve e agradável com que o livro foi redigido tenham sido elementos muito importantes em sua trajetória tão rápida de aceitação e reconhecimento.

Quais são as maiores necessidades do mundo empresarial atual na sua opinião?

Há um amplo rol de necessidades que devem despertar nosso senso de urgência. De forma sintética, podemos dizer que elas gravitam em torno das questões de:

• Compreensão da nova dimensão do capital humano, suas oportunidades e desafios;
• Compreensão da economia e dos modelos de negócios oriundos da Era da Convergência;
• Revisão dos processos de produção, execução e inovação, e de seus aspectos fundamentais ligados a sustentabilidade.

Em breve, o Carreira & Sucesso começará a publicar seus artigos. O que os leitores da newsletter podem esperar de seus textos?

Escrevo sempre com foco no leitor. Busco valorizar seu tempo e penso em como ajudá-lo a desenvolver suas competências e habilidades e contribuir para que ele vença as dificuldades que encontrará no universo corporativo. Assim, escrevo sempre comprometido em ser útil, compartilhar conhecimento relevante e auxiliar as pessoas em diversos aspectos de suas vidas. Os leitores do Carreira & Sucesso podem aguardar por textos especialmente dedicados a eles!

Deixe um recado para os profissionais que estão em busca constante de sucesso na carreira.

Acredito que o sucesso é consequência do encontro entre competência e oportunidade. Nossas competências precisam ser continuamente desenvolvidas e aprimoradas e as oportunidades buscadas, criadas e aproveitadas. É sempre melhor estarmos preparados para uma oportunidade e não tê-la, do que ela aparecer e não estarmos preparados.

Fonte: Portal Carreira & Sucesso – Entrevista com Carlos Hilsdorf, considerado um dos melhores palestrantes do Brasil.