DOWNLOADS

*campos obrigatórios

Para iniciar o download de material exclusivo, preencha com seus dados:

CONTATO

*campos obrigatórios

Entre em contato conosco e supere suas expectativas:

CONTRATE

*campos obrigatórios

Formulário:

Verifique a disponibilidade de agenda para contar com a presença de
Carlos Hilsdorf em seu evento.
Torne seu evento único!

Preencha o formulário ao lado.

+55 16 3374.3839

Rua Sete de Setembro, 1353, Centro
CEP: 12560-180 São Carlos - SP

Blog

Arquivo da tag: gestão de pessoas

Palestrante Carlos Hilsdorf é indicado ao Prêmio Top of Mind de RH

Da Redação

O palestrante Carlos Hilsdorf está entre os 5 Palestrantes mais lembrados do Brasil e foi indicado ao Prêmio de Palestrante mais lembrado do país, na 18ª Edição do Prêmio Top Of Mind de RH.

“É com imensa gratidão que recebo a notícia de minha indicação ao Prêmio Top Of Mind de RH como um dos 5 Palestrantes mais lembrados do Brasil. Agradeço a todos pelo carinho e reconhecimento.” Carlos Hilsdorf

 

Palestrante Carlos Hilsdorf Top Of Mind de RH

Você é profissional de RH e ocupa cargo diretivo na sua empresa? Quer votar e não sabe como fazer? É simples, cadastre-se: http://topofmindderh.com.br/18top/cadastra.asp

 

Geração Y

Separamos este texto sobre a Geração Y para vocês. Confiram:

O que deseja a Geração Y ? (por José Roberto Marques para o Portal Terra)

 

Geração Y

 

Se existe uma geração de profissionais que é constantemente foco das atenções do mercado de trabalho, esta é a Geração Y. E não é para menos. Estes jovens nascidos nas décadas de 80 e 90 cresceram em meio à revolução tecnológica, impulsionada pelo advento da internet e chegaram para mudar a forma como as empresas fazem a gestão de seus colaboradores.

A geração Y, filha da geração X, tem um perfil bem diferente da sua antecessora. Se antes, seus pais queriam estabilidade e fazer carreira numa mesma empresa até se aposentarem, hoje, a Y exige bem mais quando o assunto é trabalho.

Isso é o que também aponta uma pesquisa global realizada pela Robert Half com CFOs (chefes financeiros). O levantamento constatou que para 48% dos entrevistados há a dificuldade em atrair estes talentos e que para 55% destes líderes, reterem a geração Y é a tarefa mais difícil em uma empresa.

A Geração Y e seus anseios

Como reflexo de um novo momento em termos organizacionais, o que estes jovens desejam extrapola os modelos convencionais de gestão. Para os profissionais desta geração um trabalho é atraente quando:

1. Encontram nele um propósito maior para o que fazem diariamente;

2. Realizam atividades desafiadoras;

3. Têm liberdade para inovar;

4. Obtêm feedbacks constantes;

5. Existem líderes coesos e capazes de apoiá-los em seu desenvolvimento;

6. Alcançam reconhecimento e ascensão de forma rápida;

7. Obtêm oportunidades claras de crescimento (Plano de Carreira);

8. Há flexibilidade de horários, ou seja, foco na produtividade e não no tempo;

9. Recebem salários recompensadores;

10. Conciliam vida profissional com qualidade de vida.

Todos estes fatores fazem parte do leque de expectativas que estes profissionais têm em relação ao mercado de trabalho. E são os sinais que as empresas não devem ignorar, pois uma relação de trabalho é também uma relação de troca.

Neste sentido é importante que as organizações busquem em suas estratégias de gestão, conciliar seus objetivos às ambições de seus profissionais da geração Y. Pois ao contrário do que muitos possam supor, a geração Y veste sim a camisa da empresa, é aberta às mudanças, comprometida, inovadora e se bem estimulada, capaz de gerar resultados extraordinários.

Os 3 capitais essenciais de uma empresa de sucesso

“Capital Intelectual é a soma de tudo o que todos em uma empresa sabem, e que dá a ela uma vantagem competitiva.”
Thomas Stewart
(consultor e editor da revista
Harvard Business Review de 2000-2008)

Os três capitais fundamentais de uma empresa hoje são: o capital intelectual, o capital emocional e o capital ético. Da interação entre estes três capitais e do estabelecimento de uma estratégia consistente nasce a possibilidade de um modelo de negócios lucrativo e sustentável.

Ócio criativo: um debate entre Itália e Brasil sobre trabalho

No dia 11 de Outubro de 2011, o palestrante Carlos Hilsdorf esteve realizando palestra no Congresso Mundial de Administração, realizado na cidade de Turim, na Itália. Em uma apresentação conjunta com Domenico de Masi, autor da aclamada obra “O Ócio Criativo”, Carlos Hilsdorf apresentou a autoridades de Administração de diversos países novas ideias sobre o trabalho e a relação entre empregadores e empregados. Confira esta matéria publicada no site da Revista Exame.

Ócio criativo: um debate entre Itália e Brasil sobre trabalho
por Fábio Pereira Ribeiro – Exame

No Congresso Mundial de Administração que está acontecendo na cidade de Turim, Itália, a temática trabalho está sendo amplamente discutida entre brasileiros e italianos. São pontos de desenvolvimento educacional, legislação, sindicalismo, saúde e crise internacional e seus impactos na geração e desenvolvimento do trabalho.

Um ponto interessante do evento é a participação do economista brasileiro Carlos Hilsdorf e do sociólogo italiano Domenico De Masi, que discutem de forma intensa e criativa as novas visões e oportunidades da crise internacional, e as atitudes que profissionais e trabalhadores devem ter neste momento de atualização do contexto social do trabalho.

Em tempos de gerações X, Y e Z, o ócio criativo, teoria desenvolvida por Domenico nos anos 90, ganha corpo considerando uma nova perspectiva de inserção dos jovens profissionais, a inserção tecnológica, e principalmente a amplitude de compartilhamento de conhecimento, tudo favorecendo ao processo criativo e produtivo.

E para o Brasil o debate é importante considerando o momento “bola da vez” para o país, e até mesmo para entender a visão de alto valor agregado que a Itália tem, mesmo considerando o momento de crise internacional. Pois a valorização do trabalho, e pró atividade em uma nova visão de desenvolvimento criativo avança como necessidade básica para o desenvolvimento econômico do Brasil.

O debate entre brasileiros e italianos neste momento é de suma importância para a construção de novos horizontes de negócios, seja através de ações bilaterais, mas como aprendizagem de novos caminhos para o Brasil.

Fonte: www.exame.abril.com.br

Você sabe delegar?

Nenhum administrador, diretor, gerente ou supervisor é uma ilha. O sucesso de toda e qualquer liderança reside no aproveitamento de times e equipes compostos por pessoas diferentes trabalhando com um conjunto de objetivos e metas compartilhadas.

Nenhuma empresa será suficientemente rápida se seus colaboradores tenderem a centralizar e a fazerem tudo por si mesmos.

A ”não delegação” é uma âncora muito pesada para toda e qualquer empresa, uma ”âncora” que frequentemente termina afundando a embarcação.

Delegar não é apenas eleger alguém a quem você passará determinada tarefa ou missão. Delegar não é livrar-se de algo transferindo este algo para alguém. Delegar é fazer as coisas acontecerem através de outras pessoas…

Continue lendo

Como lidar com o tão temido feedback?

Olá amigos, estou reproduzindo aqui esta entrevista que concedi a uma revista sobre o tema Feedback.

- Como o feedback pode contribuir no desenvolvimento humano dentro das organizações?

Todos nós precisamos de parâmetros para avaliar nosso desempenho e evolução no tempo. Sem referências não podemos evoluir. O feedback (termo que pode ser traduzido como retroalimentação), quando bem aplicado, é uma importantíssima ferramenta de referência. Ele permite nos avaliar de fora para dentro, escapando da subjetividade com a qual avaliamos a nós mesmos. Através do feedback podemos saber, sob o ponto de vista de líderes e pares, como está sendo percebido o nosso desempenho. Ele revela muitas particularidades que escapam da nossa avaliação pessoal e abre novos horizontes para o nosso desenvolvimento. O feedback é uma espécie de crítica e, como tal, deve ser nosso maior aliado nas questões de autoconhecimento e autossuperação.

Continue lendo

O que é motivação?

Muito já se falou sobre motivação. Aliás, diversos autores a definem de forma errada, como veremos a seguir.

E você? Você sabe de fato o que é motivação? Entendê-la e vivenciá-la trará muitos benefícios à sua vida e sua carreira.

motivacao

A verdadeira motivação nasce quando você encontra seu papel diante da vida.

Jamais a confunda com injeção de ânimo, já que isso equivale a dar uma força, um “empurrãozinho” e dizer a você que algo é possível. É o que faz geralmente a autoajuda. Entenda injeção de ânimo como qualquer situação provocada pela vida, seja a palavra de um amigo, uma experiência ou um livro que possa ser resumido na frase: “Vá em frente, você é capaz e seus sonhos podem ser realizados!” – isso é tudo que a injeção de ânimo fará por você. Ela é breve como um piscar de olhos e não tem poder, é passageira e está longe de ser a verdadeira motivação…

Continue lendo